Apple estuda levar Face ID para o Mac

Sucesso News |

Desde 2017, quando deu entrada em um pedido de patente, já se sabia que a Apple estava trabalhando em uma versão do Face ID para Mac. Aprovada agora sob o número 10.372.191, o registro descreve um sistema de reconhecimento facial ainda mais inteligente do que o usado em iPhones e no iPad Pro. Nele, a câmera do Mac reconhece quando há alguém na frente da tela, evitando que a máquina entre em modo de repouso. Se o Mac já estiver em modo soneca, o Face ID pode desbloquear o computador quando o usuário se aproximar dele, ativando o reconhecimento facial para ver se quem está ali é mesmo o dono da máquina; se não for, o Mac continuará em seu estado de energia reduzida. O sistema inteligente também impedirá que o Mac entre em suspensão se o usuário estiver lendo ou escutando música, ou seja, sem interagir com o computador por muito tempo. A patente não especifica que o recurso é para Mac, o texto traz somente um genérico "dispositivo de computação", que pode até mesmo ser um iPhone ou um iPad. A pista, porém, está nas referências a teclado e mouse, sem contar que Macs são dotados de um recurso chamado Power Nap, uma funcionalidade que permite que uma série de operações seja executada em segundo plano, mesmo quando o computador está em repouso. Além disso, os notebooks da marca já têm câmera frontal e chip de segurança T2, que mantêm os dados seguros. Além do Face ID em computadores, espera-se que o sistema patenteado seja o upgrade da versão que hoje existe em iPhones e iPads Pro; nos Macs e modelos não Pro do iPad, a Apple ainda adota o Touch ID.

Fonte: Tecmundo

 

Facebook começa a testar modo escuro no Android

Sucesso News |

Quase sem ninguém perceber, o modo escuro do Facebook começou a ser testado, quase, porque a novidade apareceu no Twitter via post da estudante de ciência da computação Jane Manchun Wong, que achou o recurso procurando pelo código dentro da plataforma. A má notícia é que o Facebook não vai usar preto na nova interface, mas sim cinza escuro, o que pode deixar os usuários com dispositivos com tela AMOLED desapontados. Jane compartilhou a descoberta em seu blog: “Me deparei com este Dark Mode inédito no aplicativo móvel do Facebook para Android, o que indica que ele começou a ser recentemente testado.” O Facebook começou a implementar o modo escuro (antiga reivindicação dos usuários) em abril, através do Messenger (nesse aplicativo, a mudança não é automática: é preciso alternar o perfil), depois de um mês de testes. Segundo a estudante, o trabalho está apenas começando: apenas algumas seções foram adaptadas e outras mostram alguns desastres, como textos com letras escuras sobre o fundo cinza chumbo. Jane salienta que não existe um prazo para a mudança acontecer.

Fonte: Tecmundo

 

Publicidade

Publicidade