Itapevi lança metas para a educação

Sucesso News |

Fazer da educação em Itapevi uma referência nacional. Esse é o objetivo do Educa Itapevi, lançado pela Prefeitura, em cerimônia na Escola do Futuro do Parque Suburbano. Para isso, a administração municipal irá assegurar condições de ensino decentes para todos os alunos da rede municipal, com valorização dos professores, incentivo ao uso da tecnologia para o aprendizado e o estabelecimento de uma nova política pedagógica que servirá de base para os investimentos dos próximos anos. Com 8 grandes metas de longo prazo, o programa já começou a ser implementado na cidade e ganhará força, com metas a serem realizadas até 2040. Até lá, porém, a população pode participar da elaboração do Educa Itapevi, mandando propostas e sugestões pelo site itapevi.sp.gov.br. As contribuições podem ser feitas até o dia 11 de dezembro. Os objetivos incluem a universalização do ensino em tempo integral para todos os alunos do Ciclo I do Ensino Fundamental, com a construção de 15 novas Escolas do Futuro em 15 anos e a garantia de que, até 2040, todas as demais unidades escolares adotem esse regime de ensino. Além disso, a Prefeitura vai zerar, até 2026, a fila de espera da Educação Infantil, que hoje tem aproximadamente 3 mil crianças.

Fonte: Secom/Itapevi

São Paulo investirá em reforma de calçadões do centro

Sucesso News |

A Prefeitura de São Paulo irá investir aproximadamente R$ 58 milhões para recuperar as calçadas e calçadões de uma área de 60 mil metros quadrados na região central da capital. A medida foi anunciada na manhã desta terça-feira (11/06) durante uma vistoria do prefeito Bruno Covas a um projeto-piloto de pavimento que foi feito na Rua Doutor Miguel Couto. “Vamos substituir todo o piso, mobiliário urbano e iluminação da região central. É uma requalificação desse trecho da cidade dentro de um projeto maior que o de requalificar a área central como um todo”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Chucre. No projeto-piloto foram testados dois tipos de pisos para definir qual seria o mais adequado no processo de requalificação do centro. Um com concreto armado moldado in loco e outro com placas de cimento pré-fabricadas. “Optamos pela utilização de placas pré-moldadas. A aplicação de placas facilita a manutenção ao longo dos anos, evitando o aspecto de piso remendado nos reparos que são feitos de maneira inadequada por concessionários”, destaca o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Chucre. A ação também prevê reparos em toda a infraestrutura da região central com uma atenção especial para drenagem e a implementação de canaletas técnicas para questões de telecomunicações.

Fonte: Secom/São Paulo

 

Publicidade

Publicidade